A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos pretende assinalar com iniciativas diversas a efeméride do centenário da I Guerra Mundial. Razão pela qual se encontra a preparar uma exposição sobre a presença de diversos dos seus combatentes na Grande Guerra. Como tal, procura registar e utilizar material inédito, na posse dos familiares, que será alvo de tratamento e registo, sendo posteriormente devolvido às famílias e detentores originais. Leia a notícia, adira e ajude nesta excelente iniciativa de procura e registo dessa história tão esquecida que é a história local.   

Foi talvez a iniciativa mais marcante em que a equipa IHC para a evocação do Centenário da Grande Guerra trabalhou durante o ano de 2014. Após a organização de uma exposição fantástica, os Dias da Memória, que ocorreram igualmente na Assembleia da República, levaram-nos a compreender quão importante é o trabalho de evocar, relembrar e honrar a memória dos que combateram neste conflito. Recordamos agora alguns dos momentos dos Dias da Memória, de 17 a 19 de Outubro de 2014.  

No âmbito da evocação do Centenário da Grande Guerra, a Assembleia da República realizará no dia 20 de Janeiro às 15h00 a iniciativa Café História subordinado à temática "Portugal e a Grande Guerra: História e Memória". O convite está lançado. Venha visitar-nos. 

Uma história, uma entrevista, um achado para o Europeana Sounds. Os Dias da Memória já chegaram a esta plataforma, repositório da herança sonora europeia. Visite e escute por si.   

A Liga dos Combatentes, na pessoa do seu presidente, o exm.º Sr. General Joaquim Chito Rodrigues, tem a honra de convidar para a inauguração da Exposição "O Fado Português e a Grande Guerra" de Domingos Camponês, pelas 17h00 de 23 de Janeiro de 2015, no Museu do Combatente/Forte do Bom Sucesso em Belém. Temos aqui o prazer de anunciar a mesma, bem como fazer eco deste convite que amavelmente nos fizeram chegar.

Antes de embarcar para França, um soldado do C.E.P. acaricia a filha pequena, ao colo da esposa, pois ambas vieram despedir-se dele ao cais de embarque.

Uma ambulância na retaguarda, onde podemos verificar a existência de edificios e igualmente de tendas, onde os tratamentos eram prestados e os feridos acomodados.

O embarque do Regimento de Infantaria nº 14, liderado pelo Tenente de Infantaria António Rodrigues Marques, que tinha já combatido em Naulila, onde foi feito prisioneiro. Partia agora com as tropas do C.E.P. para França, para outro palco de guerra.

Alinhados e escutando a chamada para o embarque, o Regimento de Infantaria nº 29 prepara-se para embarcar em Lisboa, rumo a Moçambique.

Dois soldados do C.E.P. mostram como se utilizavam os lança morteiros, para atingir as linhas inimigas.

A Biblioteca Municipal de Faro vai acolher, de 5 a 31 de janeiro, a exposição fotográfica «O Soldado Português na Primeira Grande Guerra», evocando o centenário do conflito.

O Instituto Internacional de Macau tem o prazer de convidar para a apresentação do livro "China na Grande Guerra - A Conquista da Nova Identidade Internacional".

Por ocasião do Centenário da Primeira Guerra Mundial, e recordando a presença de Portugal no conflito, Nelas evoca o combate de Naulila com diversas actividades, incluindo o descerramento de uma placa que dará a uma rua da localidade o nome do seu conterrâneo mais conhecido, o Capitão Homem Ribeiro, falecido durante aquele combate.    

Todos se encontram convidados para a inauguração da exposição Sob Guerra - Gaia 1914, que ocorre a 20 de Dezembro de 2014. Se passar por Vila Nova de Gaia não se esqueça de visitar. 

O Natal aproxima-se e, recordando o que sucedeu em 1914, no primeiro ano da guerra, o Coronel David Martelo apresentará uma conferência intitulada Tréguas de Natal na Trincheira, já no dia 16 de Dezembro, no Museu Militar do Porto.