Encontra-se aberto até 15 de Setembro o Call for Papers para a Conferência Internacional Saúde e a Grande Guerra, que se realizará a 16 de Dezembro de 2015 em Lisboa, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Já se encontra disponível a exposição «We know this war by heart - Portugal and the Great War», elaborada pelo Instituto de História Contemporânea, em parceria com a Google e a Europeana e com o apoio da Assembleia da República (AR) e do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) entre outros parceiros. 

   No decurso das comemorações do Dia dos Serviços do Exército e da sua Escola, decorreu dia 30 de Junho de 2015 no anfiteatro da Escola Prática dos Serviços a apresentação do livro “A Guerra não se fez só com balas! Uma outra faceta da Grande Guerra”, da autoria do Sargento-Ajudante de Administração Militar, José Manuel Alves dos Santos.  

O Arquivo Municipal de Vila Nova de Gaia, instituição parceira do portal Portugal 1914 - 1918, disponibiliza agora online a sua colecção de jornais «O Comércio do Porto», bem como um motor de busca que lhe permitirá descobrir toda a informação que procura nesta publicação periódica. Uma iniciativa e um reflexo dos Dias da Memória, com a qual muito nos congratulamos.   

Em 1914, Fausto de Figueiredo apresentava, em Portugal, o projecto turístico do Estoril. No mesmo ano, em Sarajevo, Francisco Fernando, o herdeiro do trono austro-húngaro era assassinado, desencadeando os acontecimentos que levariam à eclosão da Primeira Guerra Mundial. Este encontro procura analisar a relação complexa entre turismo, lazer e guerra, considerando as suas múltiplas dinâmicas - políticas, económicas, ideológicas, religiosas – e geografias, abordando-as num período temporal que vai desde o final do século XIX, até ao fim do século passado.

O Agrupamento de Escolas Marinha Grande Poente informou-nos recentemente que, no âmbito das Comemorações do centenário da Grande Guerra, iria levar a cabo algumas iniciativas. Entre elas salientar-se-ia a inauguração da exposição «Portugal 1914 - 1918 - Centenário da I Guerra Mundial», de que aqui já demos notícia. Mostramos agora essa mesma exposição e como os alunos contribuiram para a mesma.    

A Grande Guerra em África - «The Great War in Africa» - é o tema base da conferência que ocorrerá no final do mês de Junho em Stellenbsoch, na África do Sul. A mesma contará com a participação da historiadora Ana Paula Pires, do Instituto de História Contemporânea (IHC-FCSH-UNL), e dedicar-se-á a debater as questões da Primeira Guerra Mundial no continente africano, seus impactos, causas e consequências.  

Será lançado no dia 27 de Junho, sábado, às 17h00, no Adro de Requião (junto à Igreja) o livro "Moçambique na I Guerra Mundial. Diário de um alferes-médico - Joaquim Alves Correia de Araújo - 1917-1918", organizado por Teresa Araújo e editado pelas Edições Húmus.

O Coronel David Martelo, reputado conhecedor e investigador da Primeira Guerra Mundial proferirá uma conferência dia 3 de Junho de 2015 no Museu Militar, em que abordará as primeiras operações militares daquele terrivel conflito. A não perder.  

Um soldado de Infantaria 24, que viajou em comboio proveniente de Aveiro com os seus camaradas, escreve umas últimas palavras à familia.

Não esquecendo a Frente Interna durante a Grande Guerra, fazemos aqui eco do colóquio relativo ao Centenário da Revolta de 14 de maio de 1915. 

No âmbito da Semana da Educação do concelho da Marinha Grande, o Agrupamento de Escolas Marinha Grande Poente inaugura dia 9 de Maio a exposição Portugal 1914 - 1918, cedida pelo Museu Militar de Lisboa.  

Dia 8 de Maio, às 15h00, o Museu Militar do Porto recebe a conferência Metralhadora Ligeira - um imperativo táctivo e Uniformes do Exército Português, proferidas respectivamente pelo Dr. Jaime Regalado e pelo Prof. Doutor Pedro Soares Branco. A não perder.

Enfermeiras da Cruz Vermelha Portuguesa.

Recordemos. Hoje é o 97º Aniversário da Batalha de La Lys. Recordamos aqui os que nela combateram, foram capturados, feridos, gaseados. Os que necessitaram fugir ao horror e os que tal não conseguiram fazer... Os caídos, os desaparecidos, os que nela pereceram... Recordemos os combatentes portugueses. Recordemos todos eles. Desta e de todas as batalhas, em todos os teatros de operações da Primeira Guerra Mundial. Por dever de Memória!

A Câmara Municipal de Serpa, parceira do Instituto de História Contemporânea para as evocações do Centenário da Primeira Guerra Mundial, procura as suas Histórias e Memórias. Ajude-nos a divulgar. 

Primeira bateria do Corpo Expedicionário Português em direcção às trincheiras.

A HP Portugal, lider em tecnologias informáticas e suporte tecnológico é parceira Dias da Memória em Tomar, fornecendo material informático e de suporte/digitalização.